quarta-feira, 5 de maio de 2010

ADEUS AO MESTRE ARMANDO BASTOS MONTEIRO.

Fiquei chocado ao abri o jornal "Folha da Manhã" edição de hoje e li na página 6, a notícia do passamento do meu eterno mestre Armando Bastos Monteiro. Meu professor da Faculdade de Direito de Campos nos bons tempos, advogado respeitado e pessoa de fino trato. É de se lamentar uma perda desta natureza. O Professor, que faleceu após ficar internado por três dias em virtude de um infarto na sexta-feira em seu escritório, foi sepultado ontem. Me lembro bem que Dr. Armando tinha uma frase que geralmente utilizava para aqueles alunos que se demoravam a entregar as provas da faculdade que era assim: "Quem sabe diz logo, quem não sabe demora a não dizer". Só nos resta lamentar e aproveitar e seguir seus ensinamentos. Vá com Deus Mestre.

2 comentários:

Anônimo disse...

Caro Maxsuel,

De fato...lamentável o passamento do Mestre e colega Dr. Armando. Dos idos da faculdade, onde ministrava aulas de prática jurídica, até mesmo aos encontros casuais no edifício Ninho das àguias, onde nosso escritórios são sediados, sempre afável e cordato. Recordo-me também que quando criança, por diversas vezes, fui convidado a jantar em sua casa, eis que estudava com seus filhos no colégio Eucarístico. O carinho e atenção com os quais nos recebiam sempre dignificaram a sua qualidade de gentleman. Uma perda lamentável, porem a Glória do Senhor ganha um novo guardião. Siga em Paz!

José Eduardo Pessanha.

sabrinet_21 disse...

Somente hj soube do falecimento do meu amado mestre, em grande privilegio, digo que passei com ele meus melhores anos. Comecei trabalhar com ele aos 18 anos e aos 23 desvinculei do escritório, o amava como pai e fui rebelde como filha o deixando inesperadamente. Dr. Armando, esteja em paz onde estiver. Com carinho, Francine.