domingo, 28 de dezembro de 2008

O RESULTADO DO CONCURSO SERÁ HOMOLOGADO?

Mantido o concurso do PSF, o resultado precisará ser homologado pela próxima Prefeita Rosinha Garotinho. Considerando que o Mandado de Segurança foi impetrado pelo Vereador Édson Batista, pode-se concluir que o resultado não será homologado o que implicará em milhares de ações judiciais ajuizadas pelos candidatos aprovados. Aguardemos o próximo capítulo da novela PSF.

5 comentários:

Makissuel Vidinha Correa disse...

Isso seria uma sacanagem da Rosinha que pregou durante sua campanha a contratação através de concurso público como forma de moralizar a prefeitura.E o termo de ajuste e conduta assinado pelo Roberto Henriques, fica onde doutor?
Me explique se ela pode deixar de homologar este concurso. Isso é lícito?

Maxsuel disse...

Caro internauta. como já informei terei prazer em esclarecer dúvidas, através do e-mail que consta na página inicial do blog. De qualquer forma, estou postando uma decisão do CNJ acerca do tema concurso público.

Anônimo disse...

Ela tem o direito de não homologar? Até tem. O problema é que se ela não homologar o concurso, o desgaste político será grande. Por outro lado, se ela o homologar, todos os tercerizados contratados sem concurso passam a estar em situação irregular já que existirá um banco de aprovados aguardando nomeação.

Eu creio que ela ainda tentará anular de algum jeito o concurso de ontem. Motivos não faltarão para isso. E nem precisa partir dela. É só constatar o número de faltosos. Diante de festas de fim de ano, de tanta chuva e dificuldade de chegar em Campos, basta um deles ir reclamar com algum juiz. Isso nem chega a ser inédito.

abs
José Carlos

Anônimo disse...

José Carlos, no Concurso dos Bombeiros, vários candidatos receberam o cartão com endereço errado e perderam a prova, e nem por isso foi anulado o concurso, apesar de tantas irregularidades e denúncias...então...

Anônimo disse...

José carlos, seria muito interessante um concurso remarcado por determinação da justiça deixar de ser realizado por causa da festas de fim de ano, por causa do mal tempo ou pela ausência de alguns candidatos. Isso não existe!